Vai dar trabalho.

Produzir ódio é muito mais fácil do que produzir amor. Produzir amor demanda tempo e, consequentemente, dá muito mais trabalho. Dependendo da circunstância, você será capaz de odiar uma pessoa em um minuto, mas jamais amará ninguém em um minuto. Vivemos em um mundo de praticidade, de aplicativos que facilitam funções, de funções que facilitam a vida, de uma vida onde o tempo é mais do que escasso, tão escasso que hoje em dia tempo está valendo mais do que dinheiro. Posto isso, é mais do que evidente que produziremos muito mais ódio do que amor. As pessoas não andam com tempo nem para cuidar de si, que dirá para produzir amor, ainda mais se esse amor for pelo outro. Sem falar do medo, quem ama quer ser amado de volta, e teme pela não reciprocidade; já quem lança o ódio, geralmente está pouco se importando se será odiado ou não pelo outro, alguns até fazem questão que esse ódio seja correspondido, mas se ele não for, será um ódio não retribuído, que dói bem menos do que amor não correspondido.
Ainda sobre o ódio, alguns acham que ele representa o oposto do amor, mas isso está longe de ser verdade, ódio exige sentimento - mesmo que ruim -, ambos caminham em uma linha muito tênue. É por isso que o verdadeiro antagonista do amor é a indiferença, que nada mais é do que a ausência de sentimento, e quando não se tem sentimento não se tem absolutamente nada.
Então já temos o tempo, o medo e a indiferença contra o amor. Percebeu como o ódio - aparentemente - possui muito mais prós do que contras? Pois então, é assim que o mundo quer que você pense, isso se chama senso comum. O amor precisa ser produzido, já o ódio possui efeitos devastadores se for apenas reproduzido. Veja mais uma desvantagem do amor: produzir algo é muito mais difícil do que reproduzir. Só que quando produzimos alguma coisa, essa coisa possuirá a nossa cara, a nossa essência, e nos dará muito mais orgulho, experimente pra ver.
O ódio é corrosivo, o amor é revigorante, a vida é muito curta para ser tão ácida.
Vença os seus medos, sua falta de tempo e a indiferença que o mundo impõe sobre você. Vai dar trabalho, mas vai valer a pena. Precisamos ter mais trabalho, precisamos produzir mais amor.


Bruno Rico.

1 comentários:

Odaisa Pardal disse...

Amei! Lindo! Parabéns!

Postar um comentário